title>Tratamento químico em cabelo infantil. | Glow Go Box
Tratamento químico em cabelo infantil.

Tratamento químico em cabelo infantil.

Postado em 17/06/2021 09:40:49 - em Cabelos
Oie, tudo bom?

Hoje vamos resenhar sobre tratamento químico no cabelo dos nossos babys.
Nos dias de hoje, a busca pela aparência perfeita tem tornado principalmente as meninas, cada vez mais precoce quando o assunto é vaidade. Os padrões de beleza “exigidos” tem oprimido a autoestima das garotas aumentando a procura por tratamentos químicos na infância e adolescência. Meninos e meninas cada vez mais jovens têm aumentado à frequência em salão de beleza buscando o visual perfeito. E assim como nos adultos o cabelo, tem sido o alvo principal. Porém, coloração, alisamentos e outras transformações devem ter um pouco de cautela e levarmos em consideração a idade da criança / adolescente, se é apropriado para o tipo de fio e dermatologicamente testado. Uma vez que alguns produtos podem ser prejudiciais à saúde já que o cabelo infantil não possui condições de receber produtos que retiram camadas de proteção dos fios. É muito comum você ver as crianças querendo ter mechas coloridas, ou alisar o cabelo, diminuir o volume.


Nessa resenha vamos te ajudar a cuidar dos cabelos dos pequenos e te falar o que é permitido ou não fazer de tratamento químico. Mas afinal, existe uma idade certa para realizar tratamentos químicos nos cabelos?

Primeiramente precisamos entender que o cabelo dos adultos é diferente do cabelo infantil. Os fios dos pequenos são mais delicados e o couro cabeludo mais sensível, o que requer um cuidado ainda maior.  Antes da puberdade, é considerado muito precoce qualquer procedimento químico, o corpo está desenvolvendo as suas características, em um processo de constante transformação e pode prejudicar no crescimento de cabelo e a forma natural. Por isso, os fios nessa idade possuem uma estrutura distinta dos de um adulto, precisando de cuidados pensados para eles.

Crianças podem alisar as madeixas?

Não podemos esquecer que quando falamos de tratamentos químicos não são somente os fios que os produtos podem afetar, mas também o couro cabeludo, a pele o sistema respiratório e problemas mais sérios dependendo do tratamento químico e sua fórmula. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) não indica os produtos alisantes para o público infantil, uma vez que eles não foram pensados nem testados para essa finalidade. Para os pequenos o ideal é utilizar cremes hidratantes para pentear anti-frizz ou até mesmo com redução de volume, mas sem nenhuma química transformadora.

Afinal, criança pode ou não pintar o cabelo?

Mais cedo ou mais tarde seu filho (a) vai te pedir para pintar as madeixas e não é somente um desejo das meninas, os meninos também possuem interesse por procurarem um estilo mais moderno com mechas coloridas. Mas ai vem a duvida:

 Posso deixa-lo pintar os cabelos?

Não é seguro colorir ou descolorir as madeixas antes da puberdade, as crianças possuem um cabelo com os fios mais finos que o dos adultos, além de estar em formação e a pele do couro cabeludo ser bem sensível. Como o cabelo e a pele da criança passam por diversas mudanças do nascimento até a puberdade elas são mais propensas a experimentar reações negativas.

Auto aceitação do cabelo.

O cabelo infantil muda muito, após a puberdade os fios tendem a amadurecer e ter a forma que será para o resto da vida. Mas até tomar essa forma o cabelo na fase da infância tende parecerem frisados, rebeldes, arrepiados. Isso faz um aumento pela procura por tratamento químico. Além de não recomendado o uso até a puberdade, ele pode trazer danos à saúde, como já dito acima e também acabar perdendo sua própria identidade. O ideal é incentivar os pequenos a aceitação do cabelo, ensine o pequeno a gostarem de artistas, celebridades e influencers que tenham um cabelo parecido com o dele(a) e reforce o quanto esse tipo de fio é lindo e o quanto aquela pessoa também é bonita. Já os adolescentes, que são mais difícil de convencer, é bom que os pais conversem sobre as reações negativas que um tratamento pode causar se não for feito dentro das regulamentações indicadas. Pois quando há risco, eles se sensibilizam mais.

Dicas diárias:

#Preste atenção para utilizar os produtos corretos e especializados para crianças. Para os shampoos e condicionadores, aqueles com PH neutros favorecem o cabelo e o couro cabeludo dos pimpolhos.

#Fique atento nas embalagens e verifique se foi dermatologicamente testado e se realmente é para o uso infantil e para qual tipo de cabelo.

# Não lave o cabelo dos pequenos todos os dias. As lavagens variam de situações, atividades praticadas e tipos de cabelos.

# Utilize creme de pentear para ajudar desembaraçar as madeixas. Ele é mais indicado nos cabelos cacheados ou mais grossos do que nos fios lisos. No caso dos mais rebeldes, você também pode utilizar um gel ou um leave in, finalizadores, que auxiliam no controle do volume do cabelo.  As madeixas lisas ou com o fio mais fino, não tem muita necessidade de usar creme para pentear, pois ele pode deixar o cabelo mais pesado e oleoso.

# Nunca utilize produtos para cabelos de adultos. Eles podem ser prejudiciais à saúde e aos fios.

# Finalizadores como pomadas e géis também precisam ter recomendação do fabricante para uso infantil e serem dermatologicamente testados. Pois para terem o efeito prometido, esses produtos utilizam ativos de forte fixação.


Esperamos ter tirado suas duvidas sobre fazer tratamento químico em crianças. Não deixe de comentar e dividir com a gente o que achou do conteúdo. #vemserGlowGo